Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Pôster da semana: "Black Swan", de Darren Aronofsky (EUA 2010)

Imagem

Crítica: O Último Mestre do Ar

Imagem
O cinema de fantasia está doente. Apesar dos sintomas serem mais do que claros - basta lembrar de alguns fracassos recentes, como A Bússola de Ouro, Eragon e Percy Jackson e o ladrão de raios - novos projetos surgem a todo momento. Estes filmes tem em comum o fato de geralmente serem adaptações de obras literárias de sucesso, que caem nas mãos de diretores pouco talentosos e que desconhecem a complexidade do material com o qual estão lidando. O resultado, geralmente, são filmes pretenciosos e visualmente impressionantes, que em contrapartida possuem argumento mais raso que um pires de xícara.
M. Night Shyamalan era o tipo de talento que eu imaginava ser capaz de dar um fim a esta sina no gênero. O diretor indiano - acostumado a escrever, produzir e dirigir seus filmes - nunca havia trabalhado com um roteiro adaptado de um material existente. A paixão do filho mais novo pelo desenho animado Avatar, a lenda de Aang foi fator decisivo para fazê-lo aceitar a missão de dirigir a fantasia O …

Crítica: Aprendiz de Feiticeiro

Imagem
Foi-se o tempo em que Nicolas Cage segurava um filme sozinho nas costas, mesmo não havendo uma boa história e um bom elenco para ajudá-lo na empreitada. Parece que a Disney e, por incrível que pareça, Jerry Bruckheimer, ainda não haviam notado isto. É a única forma de entender como foi possível o poderoso estúdio do Mickey e o famoso produtor lançarem uma bobagem tão grande quanto este Aprendiz de Feiticeiro.
Depois que Peter Jackson presenteou o mundo com o prólogo fantástico apresentado em O Senhor dos Anéis: a Sociedade do Anel, eu realmente nunca imaginei que outra apresentação de uma história pudesse me impressionar ainda mais. Aconteceu, só que negativamente. O filme do diretor John Turteltaub já começa equivocado, com o prólogo que talvez seja um dos mais mal feitos da história. Corrido, confuso e fraco visualmente, só o que se salva na sequencia é a presença fascinante de Monica Belluci.

Mesmo não acreditando que pudesse ficar ainda pior, resolvi continuar a ter esperanças. A m…

DVD e Blu-ray: A Bela e a Fera

Imagem
O longa metragem de animação mais aclamado da história vai chegar neste ano novamente às lojas, e com tratamento de luxo: A Bela e a Fera, clássico Disney de 1991 indicado a seis Oscar - incluíndo de Melhor Filme - estará nas lojas em setembro com uma edição Diamante em Blu-ray e em edição especial em DVD.
Este é apenas a terceira vez que o filme está disponível para venda em home-vídeo desde o seu lançamento original nos cinemas. Em 2002, houve o lançamento pela primeira vez em DVD, com cenas adicionais (o número musical "Humanos outra vez", que também agora estará disponível na versão alternativa do filme).
Imperdível!


Crítica: A Origem

Imagem
Alguma vez, mesmo que somente por um milésimo de segundo, você já teve a sensação de perder seu senso de realidade? Mesmo que a resposta seja negativa, nunca é fácil explicar uma questão tão subjetiva como esta. A mente humana é um grande e complexo quebra-cabeças. Imagine, então, explorar suas camadas mais profundas, que estão além do inconsciente. Em A Origem, Christopher Nolan nos leva numa viagem vertiginosa ao poderoso e desconhecido imaginário dos sonhos.
É fácil entender a expectativa que o novo filme do diretor gerou antes de seu lançamento. Nolan começou a trabalhar em A Origem pouco depois de impressionar o mundo com o bilionário Batman - O Cavaleiro das Trevas. O barulho provocado pelo filme do morcego e os números absurdos conseguidos nas bilheterias mundiais pareciam deixar quase certo que seu próximo trabalho seria uma outra continuação para o personagem da DC nas telas. No entanto, de forma semelhante ao que ocorreu depois de Batman Begins, Nolan se entregou a um projeto…

Crítica: Salt

Imagem
Confesso que ao conferir o material de divulgação do novo filme de Angelina Jolie, fiquei muito entusiasmado. "Quem é Salt?" era o que diziam a maioria dos pôsters promocionais. Me informando mais sobre o filme, o entusiasmo acabou se tornando desconfiança.
Salt seria um filme de espionagem protagonizado por Tom Cruise, e livremente inspirado no estilo dos filmes da trilogia Bourne. Só que o astro acabou optando por abandonar o projeto, preferindo realizar Encontro Explosivo. O roteiro foi então alterado para que a personagem principal fosse feminina, e a direção entregue a Phillipe Noyce, que não realiza algo decente desde O Americano Tranquilo. Ou seja, era um filme totalmente diferente do que foi inicialmente realizado. E a história do cinema comprova que este tipo de situação nunca é muito animadora...

Mas a pergunta prevaleceu: quem é Salt? No filme, Angelina Jolie representa uma oficial da CIA que teoricamente é alvo de uma conspiração que a coloca como principal suspeit…

Crítica: Meu Malvado Favorito

Imagem
Animação hoje em dia é um filão do qual nenhum estúdio quer deixar de fazer parte. Quem imaginaria isso uns vinte anos atrás, quando aportavam nos cinemas no máximo dois filmes animados por ano, sendo a maioria deles geralmente dos estúdios Disney. São raros os casos de grandes sucessos fora do estúdio do Mickey nesta época - as exceções, talvez, sejam a série Em Busca do Vale Encantado, o épico da Fox Anastasia, e o inesquecível Fievel, um conto americano.
É claro que o aumento da oferta de títulos se deve em muito ao sucesso das produções em CGI da Pixar e da Dreamworks Animation. Os animadores que utilizavam computadores e já trabalhavam com efeitos de computação gráfica em filmes live-action agora teriam um mercado a mais para trabalhar. Talvez este seja um dos maiores motivos que levaram a quase extinção da animação tradicional em Hollywood: hoje, temos muito mais profissionais de mouse do que de lápis.
A Universal, que no passado já havia tentado se firmar com filmes em animação t…