Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Crítica: Êxodo - Deuses e Reis

Imagem
A formula do épico capa e espada rendeu frutos para Ridley Scott em 2000, com Gladiador. Utilizando efeitos especiais de ponta para recriar o Império Romano e muita ação em batalhas sensacionais, o filme impressionou o mundo e levou o Oscar de melhor filme - um feito e tanto, principalmente levando em conta seu lançamento distante do período de premiações. De lá pra cá, o diretor tentou a sorte no gênero por outras duas vezes - com Cruzada e Robin Hood, no segundo repetindo a parceria com Russel Crowe - mas sem muito sucesso. Agora, ele buscou ajuda no livro do Gênesis para tentar voltar ao sucesso nos blockbusters.
Êxodo: Deuses e Reis é a nova aposta do bem sucedido diretor de Blade Runner, Alien e Thelma e Louise. O filme chega aos cinemas em um momento em que os grandes épicos bíblicos estão aos poucos reconquistando seu lugar com as audiências mundiais.


Mas se no início do ano o Noé de Darren Aranofsky dividiu opiniões com sua narrativa ousada e cheia de liberdades criativas, Êxo…